Memórias do Lar

“Nossa instituição é feita de uma linda e longa trajetória. Queremos compartilhar momentos aqui vividos com você que ajudou a construir nossa história. Deixe-nos um comentário, depoimento, conte-nos sua experiência no Lar dos Meninos de São Luiz!” 

5 comentários

  1. Thais Andrade de Oliveira

    Bom, o que dizer do Lar? Foi a melhor escola que eu já passei, foi a escola que mais me acolheu, mais se preocupou comigo, com o meu futuro… foi a escola em que eu mais tive experiencias bacanas, aprendi a ser uma boa cidadã, aprendi a reciclar o lixo, a cuidar do meio ambiente, a ter cuidado com a minha casa, com o meio em que eu vivo, aprendi a respeitar as pessoas, a ser uma menina direita, sempre me alertou contra as drogas em geral e o quão é importante sermos pessoas dignas! A irmã Irma, me lembro dela até hoje chamando o meu irmão de “menino maroto”, que saudade dela, saudade de todas as freiras do lar, sempre muito atenciosas, carinhosas, gentis e muito cuidadosas com os alunos, me lembro também do Sr. Américo, ele nos levava ás aulas de balé, sempre quando tínhamos passeios ele que nos levava, lembro até do nome da professora do balé, era a professora Mel, do balé Coppelia, até fiz uma apresentação, A Branca de Neve e os 7 Anões, tenho a fita vhs até hoje guardada! Lembro do coral, era maravilhoso, fizemos apresentações em tantos lugares, o que mais me marcou foi na ALL, foi lindo! Lembro das aulas de axé também, eram muito legais, me divertia muito! Eu gostava da comida do lar, nunca me esqueci do cheiro e do sabor do feijão rs, é único! Lembro quando fazia frio, as irmãs davam chá com aquelas bolachas de mel, uma delícia, ou um achocolatado bem quentinho, era tudo de bom! Me lembro do recreio, eram tantas brincadeiras que ás vezes nem dava tempo de jogar um pebolim ou brincar no bambolê… Lembro das aulas de inglês, lembro até do soninho da tarde, quando íamos lá no salão e as professoras esticavam o colchonete e a gente descansava, era tão bom! Adorava quando tinha teatro, que passávamos a tarde toda ensaiando, era divertido! No final das aulas sempre ganhávamos um lanchinho, ou era uma maçã, ou um doce… Era tão bom, as irmãs ligavam o rádio para nos distrair enquanto esperávamos os pais virem nos buscar! Os anos que eu passei no lar foram maravilhosos, foram inesquecíveis, o lar sempre estará guardado num cantinho muito especial no meu coração, tive uma infância muito feliz no Lar! Obrigado por tudo e um grande beijo e abraço á todos que fizeram parte dessa grande escola!

  2. Estudei na década de 90 no Lar. Fiz parte da primeira turma do coral que se apresentou no Bamerindus.
    Caso precisem de algum depoimento daquela época, acho que posso ajudar 🙂

    Obrigado.

  3. Nossa, que saudade. Estudei no Lar de 1987 até 1995 eu acho. Saudade das irmãs ( Rosa, Clemência, Lúcia, Rosa, Ilda, Carolina) , saudade das festas de Natal e Festas Juninas, que a gente ganhava brinquedos e muitas comidinhas gostosas, de participar das oficinas de malharia, pintura, etc, do dia da limpeza (sexta-feira), de lustrar corredor com escovão, do refeitório, de tocar piano, das aulas de violão, da biblioteca, de cantar no coral. Esta escola faz parte totalmente da minha educação. Aprendi muito a dar valor e respeito ao próximo, a fazer toda e qualquer tipo de tarefa doméstica, varrer, lavar banheiro, etc. e principalmente valores religiosos, seguindo ensinamentos que Jesus nos deixou. Obrigada a todos. Um dia quero visitar. ♥

  4. Gilberto Borges de lima

    Estudei, em regime de internato, no Asilo São Luiz em 1964. Fiz o 4° ano com a professora Iracema Procópio. Ganhei um prêmio por tirar a maior média do Colégio, 10 em todas as disciplinas. Lembro da irmã Ida e da Irmâ Efigênia..

  5. renata mendonça de souza

    Gente que saudades desse lugar abençoado por deus estudei la ja faz muito tempo que estava la mas ainda me lembro de todas as pessoas maravilhosas que passaram por minha vida durante esse tempo dos amigos das irmas das professoras da irma irma,estou tentando entrar em contato com as pessoas que estiveram por la nos anos 2004-2009 mais o menos por favor quem tiver noticias me comuniquem.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

*